ESTUDO 5

O ESPÍRITO DE PODER

Um homem poder ser regenerado pelo Espírito, sem, contudo, ser batizado nEle. Na regeneração há uma transmissão de vida nova pelo poder do Espírito e a pessoa é salva. No batismo no Espírito ou no enchimento com o Espírito, há a transmissão de um novo poder, e aquele que o recebe se torna apto para o serviço. Assim, ter o Espírito Santo para a convicção e a conversão é uma coisa abençoada; e tê-LO a fim de ser capacitado para o serviço é outra também abençoada. O Espírito Santo pode fazer muito por qualquer pessoa salva pela fé em Cristo; mas a Sua poderosa influência é grandemente multiplicada quando o salvo é nele batizado (envolvido, possuído) para serví-LO na Gloriosa Causa do Evangelho.

(O Espírito Santo é mencionado 45 vezes em Romanos e 1 Coríntios. Nos Escritos de João, 21 vezes).

a. O Amor de Deus é derramado em nossos corações (Rm 5:5; 15:30).
b. Livres da lei (Rm 8:1, 2; Gl 5:18).
c. O Espírito dá paz, vida, justiça, alegria (Rm 8:6; 14:17; 15:3; 1 Ts 1:5, 6).
d. Vivifica (Rm 8:9-11).
e. Guia a uma vida abundante (Rm 8:13,14).
f. Ao sermos possuídos pelo Espírito (batizados nEle) aparecem em nós os primeiros frutos (primícias). (Rm 8:23).
g. Livra-nos das fraquezas e enfermidades (Rm 8:26, 27; Ef 6:18; Jd 20).
h. Testifica que somos filhos de Deus (Rm 8:15, 16; 9:1).
i. Santifica nossos dons. Santifica nossas ofertas (Rm 15:16).
j. Haverá em nossas palavras demonstração de poder para testemunhar (1 Co 2:4).
l. Revela-nos a vontade de Deus (1 Co 2:10-15).
m. Faz dos nossos corpos o Seu Templo (1 Co 3:16; 6:19,20).
n. Atua, trabalha dentro de nós (2 Co 6:6).
o. Realiza ministério abençoado dentro de nós (2 Co 3:8; 3:3).
p. Dá liberdade (2 Co 3:17).
q. Sela o crente em Jesus Cristo (2 Co 1:22; Ef 1:13; 4:30; 2 Tm 2:19; Ap 7:3; Jo 6:27).
r. Um penhor ou uma garantia (primeira graça recebida) (2 Co 1:22; 5:5; Ef 1:14).
s. Tem comunhão conosco (2 Co 13:13).
t. Habita em nossos corações (Gl 4:6).
u. Dá-nos esperança (Gl 5:5).
v. Produz em nós o Fruto do Espírito (Gl 5:16-26).
x. Dá-nos sabedoria e revelação de Deus (Ef 1:15-20).
z. Dá-nos acesso a Deus (Ef 2:18).
a. Somos edificados para a Sua morada (Ef 2:22).
b. A natureza interior é fortalecida (Ef 3:16).
c. Traz unidade e harmonia (Ef 4:3,4).
d. Enche-nos dEle (Ef 5:18).
e. Supre nossas necessidades (Fp 1:19).
f. Une os crentes numa verdadeira fraternidade (Fp 2:1).
g. Ajuda-nos a não confiarmos na carne (Fp 3:3).
h. Auxilia-nos a pregar com poder (1 Ts 1:5; Rm 15:18,19).
i. Profetiza e avisa (1 Tm 4:1; Hb 3:7,8).
j. Guarda e conserva o Tesouro da nossa salvação (2 Tm 1:14).
l. Somos participantes com Ele nas Suas atividades (Hb 6:4).
m. Testifica (Hb 10:15).
n. Sobre nós repousa o Espírito de Graça e Glória (1 Pe 4:14).
o. Unge-nos - com divina dedicação e consagração para o trabalho divino (1 Jo 2:20, 27; 2 Co 1:21).
p. Assegura-nos a salvação (1 Jo 3:24; 4:13).
q. Testifica no céu e na terra (1 Jo 5:7, 8).
r. Fala às Igrejas (Ap 2:7, 11,17,29; 3:6, 13, 22).

Cada fase da vida do crente em Jesus Cristo, desde a sua conversão até à morte, está sob a graciosa e poderosa influência do Espírito Santo, o Paráclito, Aquele que fica, permanentemente, ao lado. Sua missão é procurar, achar, salvar, santificar, batizar e unificar os escolhidos para a glorificação do Nome do Senhor Jesus Cristo. Para isto Ele os possui (acolhe-os a Si, aconchega-os), fortifica-os, torna-os o Seu templo, fazendo-os o Corpo daquela Cabeça que é Cristo. Quando o Corpo de Cristo (a Sua Igreja triunfante, todos aqueles lavados pelo Sangue Redentor) estiver pronto, Ele o tomará no Seu Poder, transformará todos os corpos físicos em corpos celestiais e os arrebatará para o encontro com o Senhor nos ares.

1) O Poder Vital do Espírito para ressuscitar (Rm 8:11; Fp 3:21; 1 Co 15:35-58).

2) Ações que podemos confiar à direção do Espírito Santo:

a. Positivamente:

I. Andando segundo o Espírito (Rm 8:4).
II. Inclinando-nos para as coisas do Espírito (Rm 8:5).
III. Mortificando as obras da carne (Rm 8:13).
IV. Viver e andar no Espírito (Gl 5:25).
V. Guardando a unidade do Espírito pela paz (Ef 4:3).
VI. Enchendo-nos do Espírito (Ef 5:18).
VII. Participantes do Espírito (Hb 6:4).
VIII. Orando no Espírito (Jd 20).
IX. Sob a influência do Espírito Santo (Ap 1:10).
X. Purificando as almas na obediência (1 Pe 1:22).

b. Negativamente:

I. Mentir ao Espírito Santo (At 5:3).
II. Tentar o Espírito do Senhor (At 5:9).
III. A carne contra o Espírito (Gl 5:17).
IV. Entristecer o Espírito (Ef 4:30).
V. Apagar o Espírito (1 Ts 5:19).
VI. Ultrajar o Espírito da Graça (Hb 10:29).
VII. Resistir ao Espírito Santo (At 7:51).
VIII. Afligir (contristar) o Espírito Santo (Is 63:10)

IX.Pecar (blasfemar) contra o Espírito Santo ( Mt.12:31-33; Mc 3:22-30; Lc 12:10 )